terça-feira, 8 de setembro de 2009

Como organizar o processo de lavar roupas



Como organizar o processo de lavar roupas

Organizando o processo de lavagem de roupas, você aumenta a vida útil da sua lavadora, economiza energia e ainda garante um melhor resultado na limpeza e conservação das peças.

Carregando a máquina:
• O excesso de peças colocadas na máquina de lavar aumenta o atrito entre elas, ocasionando desbotamento e desgaste do tecido. Recomendamos não utilizar a capacidade total da máquina de lavar.
• Não colocar as peças dobradas na máquina de lavar. Os locais das dobras sofrem maior atrito, aumentando o desgaste do tecido e o desdobramento nestas áreas.
• Separar a roupa a ser lavada pela tonalidade e intensidade das cores das peças. Este cuidado evita manchas e mantém as cores mais brilhantes e bonitas.
• Não lavar os artigos de tecido algodão/poliéster com artigos de tecido 100% algodão. O atrito entre entes tecidos provoca a formação de bolinhas (pilling).
• Lavar cortinas separadamente de outros artigos, retire os puxadores antes de lavar.

Na hora de lavar:

• Lavar em temperatura de no máximo 60ºC. Quanto menor a temperatura, maior a durabilidade do produto.
• Não usar excesso de sabão em pó e amaciante. O excesso destes produtos pode provocar manchas, desbotamento e perda do poder de absorção das toalhas.
• Não usar produtos que contenham cloro (por ex: água sanitária) pois estes produtos causam a destruição dos corantes - manchas brancas; enfraquecimento do tecido - apodrecimento da fibra de algodão; destruição dos branqueadores - causando amarelamento.
• Ao usar qualquer produto de limpeza, além do sabão e amaciante, testar a resistência das cores em uma pequena área, antes de aplicar o produto sobre o tecido (por ex: pré-lavagem).
• Lavar as peças de cores escuras ou com combinação de cores contrastantes com água em abundância, para garantir a eliminação do excesso de corantes que se desprendem normalmente nas primeiras lavagens.
• Não deixar os artigos de molho por tempo prolongado, para evitar a perda do brilho das cores.
• Para as peças com cores contrastantes, recomendamos acrescentar sal no último enxágüe e se extrair o máximo de água após a lavagem. Isto evita a migração da cor mais escura para a mais clara enquanto as peças estão no varal.
• Se os artigos lavados apresentarem manchas devido a migração de cores, lave-os com água morna em abundância, seguido de um enxágüe a frio, com sal.
• Ao lavar no tanque, evite usar escovas ou qualquer material que possa desgastar o tecido ou provocar o desbotamento das cores.
Colocando para secar:

• Colocar para secar imediatamente após a lavagem. A permanência das peças úmidas pode causar manchas e, além disso, pode provocar vincos difíceis de eliminar em artigos de algodão/poliéster.
• Secar as peças abertas no varal à sombra. As peças secas em secadoras de tambor encolhem muito mais que em varal. O sol ataca o corante, provocando desbotamento das cores em meio úmido.
• Quando utilizar a secadora, os artigos de algodão/poliéster devem ser secos em temperatura morna, separados dos artigos 100% algodão.

Na hora de passar:

• Usar o ferro na temperatura máxima de 110ºC. O excesso de temperatura causa o brilho das cores e destruição da fibra. A utilização de telas para passar evitam manchas de brilho por excesso de calor em roupas delicadas.
Colchas e Edredons

• Evite lavar e secar edredons e colchas de matelassê em máquinas domésticas. Estes artigos são muito volumosos e o atrito com as paredes e o agitador das máquinas provoca desgaste do tecido e desbotamento das cores localizadas. Além disso, a manta que recheia estes artigos sempre perde volume após ser lavada e secada.
• Nunca passe edredons e colchas de matelassê. O calor e o peso do ferro diminuem o volume da manta.
• Artigos produzidos com algodão tendem a encolher e desprender penugem após as primeiras lavagens, características naturais da fibra de algodão.

Toalhas

As toalhas de banho são confeccionadas com tecido felpudo, o que garante absorção e um toque agradável à toalha. Mas é preciso ter alguns cuidados com as felpas, pois elas funcionam como alças que facilmente ficam presas em locais com pontas irregulares, contribuindo para puxar os fios.

• Toalhas ficarão mais limpas se colocar na água de enxágüe uma colher de bicarbonato.
• Ao manusear esses artigos evite usar relógios, pulseiras, anéis ou qualquer adereço que possa danificar o produto.
• Caso a felpa seja puxada, você pode cortá-la rente ao tecido, pois não irá danificar o produto.
• Quando colocar sua toalha dentro da máquina ou misturá-la com outras roupas, observe se não tem objetos duros ou saliências capazes de puxar os fios.
• Não exagere no amaciante, pois em excesso, ele reduz a capacidade de absorção da toalha.
• É comum as toalhas novas soltarem tinta. Por isso, na primeira lavagem, não as misture com peças de outras cores.
• Como a estrutura das felpas é compacta e volumosa é muito difícil retirar grandes manchas da toalha. Mas para as manchas pequenas experimente solventes à base de petróleo, como a benzina.
• Quando úmidas, mantenha as toalhas bem abertas para evitar a proliferação de fungos e bactérias, causadores de manchas difíceis de limpar. Não as amontoe no cesto de roupa suja.
• Produtos à base de cloro prejudicam a cor da toalha e não devem ser usados, nem mesmo em toalhas de cor branca, pois esta cor também desbota.
• A alta temperatura da água ou da secadora (acima de 60ºC) prejudica as felpas da toalha. A exposição prolongada ao sol tem o mesmo efeito.
• Não passar toalhas de banho com ferro a vapor para evitar que elas fiquem ásperas.

Sedas

• Não podem sujar-se em demasia, senão seus filamentos se rompem.
• Alguns artigos de seda podem ser lavados com água e sabão, outros só a seco.
• Para saber se a peça vai desbotar numa lavagem tradicional, faça o seguinte teste: umedeça uma pequena ponta do artigo em água fria e coloque essa ponta em um tecido branco.
• Passe com ferro elétrico morno e, se o tecido branco não apresentar resíduo de cor da seda, vá em frente e use apenas água morna, com sabão ou detergente neutro.
• Não use máquina de lavar ou secar para este tecido.
• Após a lavagem, enxágüe bem, envolva a peça numa toalha de banho para retirar o excesso de água e facilitar a secagem, que deve ser à sombra. Passe a ferro pelo lado do avesso, enquanto o pano estiver levemente úmido.
• Nunca friccione um tecido de seda para retirar manchas.
• Só para lembrar: não ferva, não deixe de molho e não use alvejante ou água de lavadeira.
Shantung, tafetá, chiffon, brocado, georgette e organza, assim como tecidos de seda, devem ser obrigatoriamente lavados a seco.
• Ao costurar um tecido de seda use alfinetes e agulhas bastante finos - os normais podem deixar furos nos tecidos. Para costurar use linhas de seda.

Decifrando a etiqueta

O cuidado com suas roupas de cama, mesa e banho são importantes para que elas fiquem bonitas por muito mais tempo. Para isso, respeite as instruções que estão na etiqueta do produto.


Pode ser lavado na máquina.
O número indica a temperatura máxima da água durante a lavagem. Neste exemplo a temperatura máxima indicada é 60ºC.

Alvejantes (Cloro ou Água Sanitária)
Proibido o uso de alvejante.


Secagem
Secar verticalmente no varal. É recomendável que roupas coloridas sejam secadas à sombra


Passar a Ferro
Fique atenta sobre o número de pontos que está dentro do ferro. Ele indica a temperatura máxima para passar. Neste caso a temperatura é média (no máximo 160º).



Lavagem a Seco
Não lavar a seco.

Quando o símbolo está cruzado com um “X”, significa que o processo do símbolo não pode ser aplicado ao produto.
Artigos de algodão/poliéster devem ser secados e passados em temperaturas mais baixas.

fonte: www.organizesuavida.com.br.











GOSTOU DESTE GIF? No site Belas Mensagens tem centenas! CLIQUE AQUI E CONFIRA

Um comentário:

Lobo disse...

Outro assunto nota 10 parabens novamente